ANÚNCIOS GOOGLE ADWORDS: 8 ERROS DESASTROSOS E COMO EVITÁ-LOS (1/2)| SITEMAP 19

O “SiteMap – um guia para o marketing digital” é o resultado de uma parceria entre a agência TRIGGER e a Mais Oeste Rádio. Na rádio, passa semanalmente às segundas-feiras (8:50, 11.05, 12:20 e 17:45, 23.10 ). No nosso blogue pode ouvir e assinar o Podcast ou aceder à transcrição dos programas.


SITEMAP, PROGRAMA 19

Neste e no próximo programa apresentaremos 8 erros frequentes na gestão das campanhas e as recomendações a seguir para evitar cometê-los e dar cabo do orçamento sem obter os resultados desejados.

TRANSCRIÇÃO INTEGRAL:

Olá e sejam bem-vindos a mais um siteMap, o vosso guia para o marketing digital.

No primeiro programa sobre os anúncios da rede de pesquisa do Google Adwords afirmámos que esta táctica digital é extremamente popular entre as empresas, para o bem e para o mal. Quanto aos benefícios da utilização de anúncios Google Adwords já enumerámos dez dos principais aqui. Neste e no próximo programa apresentaremos 8 erros frequentes na gestão das campanhas e as recomendações a seguir para evitar cometê-los e dar cabo do orçamento sem obter os resultados desejados.

Por escassez de tempo, seguem-se os primeiros 4 erros/recomendações:

ERRO 1: ESTRUTURAR MAL A CAMPANHA

As palavras-chave escolhidas devem activar anúncios relevantes, que reflictam a intenção do utilizador que fez a pesquisa. Embora o Google Adwords permita arrumá-las em grupos de anúncios, muitas vezes elas são colocadas num único grupo ou em grupos demasiado extensos.

RECOMENDAÇÕES A SEGUIR:

Criar vários grupos de anúncios para diferentes subtemas, cada um com as suas palavras-chave respectivas e anúncios específicos. Desta forma os anúncios serão mais relevantes e terão uma melhor taxa de cliques e obtém-se maior flexibilidade na gestão da campanha.

ERRO 2: ESCOLHER PALAVRAS-CHAVE DEMASIADO ABRANGENTES

Trata-se de um dos erros mais comuns e dos que podem sair mais caros. O Adwords dispõe de 4 tipos de correspondência de palavras-chave: alargada, alargada modificada, frase e exacta. A primeira opção é muitíssimo abrangente – admite sinónimos, variações e pesquisas semelhantes, algumas das quais nem incluem as palavras originais. Infelizmente, como este é o tipo de correspondência por defeito, muitas PME nem sequer conhecem os restantes. Podem obter muitas impressões mas a taxa de cliques será fraca.

RECOMENDAÇÕES A SEGUIR:

A não ser que possua um orçamento muito elevado, evite a correspondência alargada. Opte pela alargada modicada (que exclui sinónimos e expressões aproximadas), pela correspondência de frase ou pela exacta, que é exactamente isso. As campanhas serão muito mais relevantes, o orçamento vai durar mais tempo e o retorno será maior.

ERRO 3: AUSÊNCIA DE PALAVRAS-CHAVE NEGATIVAS

O Adwords permite definir palavras negativas que impedem a apresentação dos anúncios quando são pesquisadas. Infelizmente, frequentemente são ignoradas.

RECOMENDAÇÕES A SEGUIR:

Use-as para evitar cliques inúteis. Exemplo: uma empresa de formação profissional que esteja a anunciar um curso não financiado e tenha definido “formação profissional” como keyword, pode definir “formação profissional financiada” e “formação financiada” como keywords negativas em correspondência exacta. Outro exemplo de uma palavra negativa comum é “grátis”.

ERRO 4: ANÚNCIOS COM MAU COPY

É certo que 25 caracteres para um título e 35 para as linhas da descrição não dão espaço para grande criatividade, mas isso não desculpa erros ortográficos e a pobreza de muitos anúncios, que invariavelmente contribuem para o insucesso das campanhas e podem mesmo gerar reputação negativa.

RECOMENDAÇÕES A SEGUIR:

Preferencialmente, recorra a um especialista para gerir as campanhas. Vai evitar todos os erros anteriores (bem como os que bordaremos na próxima semana) e obter obter copy baseado em técnicas de redacção eficazes e que revela um óptimo domínio da língua portuguesa, essencial para superar os condicionalismos do Adwords. Muitas vezes é o texto do anúncio que faz toda a diferença.

O nosso tempo hoje não dá para mais mas prometemos voltar para a semana com mais 4 erros desastrosos e as boas práticas associadas na gestão de campanhas da rede de pesquisa do Google Adwords. Contamos consigo.

Até lá, boa semana e bons negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.