COMO ESCOLHER UMA AGÊNCIA DE MARKETING DIGITAL | SITEMAP 35

O “SiteMap – um guia para o marketing digital” é uma rubrica semanal da agência TRIGGER na MAIS OESTE RÁDIO. Pode ouvi-la na rádio todas as segundas-feiras (8:50, 11.05, 12:20 e 17:45, 23.10). No nosso blogue pode ouvir e subscrever o Podcast ou ler a transcrição de cada programa. 


SITEMAP, PROGRAMA 35

Não se deixe levar pelos “amanhãs que cantam”: uma boa agência é melhor a fazer do que a prometer. (…) Ainda mais importante do que decidir trabalhar com uma agência é conseguir selecionar a agência de certa. Siga estas 7 dicas para escolher o parceiro mais adequado para os seus projetos de marketing digital.

TRANSCRIÇÃO INTEGRAL:

Olá e sejam bem-vindos a mais um SiteMap, o guia das empresas para o marketing digital.

Finalizámos o último programa referindo que as empresas que pretendem potenciar a vertente digital do seu negócio só têm a ganhar em associar-se a uma agência de marketing digital desde o início dos seus projetos, mesmo que estejam apenas a pensar criar um novo website. Como já frisámos em outros programas, o site também é marketing digital.

Uma agência será capaz de fornecer consultoria inicial, articular-se-á com a empresa para a definição de uma estratégia de intervenção e avançará com um plano tático de ação assente na perspetiva de que a integração de serviços promove a eficácia e contribui para a concretização dos objetivos com maximização do retorno do investimento (ROI).

Mas ainda mais importante do que decidir trabalhar com uma agência é conseguir selecionar a agência certa. Siga estas 7 dicas para escolher o parceiro mais adequado para os seus projetos de marketing digital.

1. FAÇA UMA PESQUISA DE MERCADO

E, de preferência, faça-a online. Procure por termos genéricos como “agência de marketing digital” ou “agência digital” e veja quais as empresas que surgem nas primeiras posições. Ou então procure pelos serviços específicos de que necessita, mas tenha consciência de que ao fazê-lo estará a optar pela especialização em detrimento da integração, que é uma das maiores vantagens de trabalhar com uma agência.

2. ANALISE O WEBSITE DAS AGÊNCIAS

Se está à procura de uma agência de marketing digital, analisar o site da própria agência é algo que não deve esquecer-se de fazer. É fácil de navegar? O design é moderno e responsivo sem sacrificar a comunicação? A escrita é clara e assertiva? Tem um blogue atualizado frequentemente? Estes são aspetos essenciais numa presença digital e se a própria agência falha neles, não é claramente um bom indicador.

3. FAÇA PERGUNTAS

Tente perceber quais as competências core da agência e, eventualmente, quais os serviços que ela subcontrata (o que não é necessariamente um aspeto negativo desde que o processo esteja bem oleado). Prepare um bom briefing – fundamental – e confronte os profissionais da agência com necessidades específicas e objetivos concretos a alcançar… mas não espere que lhe apresentem soluções imediatas.

4. DESCONFIE DE PROMESSAS IRREALISTAS

Não se deixe levar pelos “amanhãs que cantam”: uma boa agência é melhor a fazer do que a prometer. Mas não deixe de exigir comprometimento com resultados e transparência total nos processos. Da mesma forma, procure averiguar a partir de que ponto é que obtém um não como resposta – não para perceber eventuais limitações mas para garantir que o seu interlocutor não é alguém que dirá sim a tudo. É que, por vezes, o não é a resposta certa.

5. PROCURE REFERÊNCIAS E MARCAS DE CONFIANÇA

Conhece alguém que tenha trabalhado com a agência de marketing digital em causa? Se não for inconveniente, não hesite em ligar-lhe. Procure testemunhos online, tente perceber a reputação das pessoas da equipa. E confirme que a agência é capaz de walk the talk – diz ser especialista em SEO mas só a encontra no Google se pesquisar pelo próprio nome? Not good.

6. COMPARE OS SERVIÇOS E NÃO APENAS O PREÇO

Se uma agência lhe propõe fazer um website com otimização para motores de pesquisa e copy incluído e outra se limita a propor-lhe um novo website, não cometa o erro de comparar os preços – estão a propor-lhe coisas muito distintas e a sua decisão deve ponderar esse facto; ou então, antes de decidir, deve procurar obter cotações comparáveis.

7. NÃO DECIDA PELA DIMENSÃO

Uma agência grande pode ter uma equipa maior e clientes de renome mas isso não faz com que seja necessariamente a melhor opção para a sua empresa. Pelo contrário, se é uma PME provavelmente ficará melhor servido com uma agência de marketing digital de menor dimensão que compreenda os desafios e constrangimentos da sua empresa e a valorize dando-lhe toda a atenção que merece.

 

E assim chegamos ao fim de mais um SiteMap, que esperamos ter sido útil. Até para a semana e bons negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.