INBOUND MARKETING VS OUTBOUND MARKETING | SITEMAP 07

SiteMap – um guia para o marketing digital, #7. O SiteMap é uma parceria entre a TRIGGER e a Mais Oeste Rádio (onde passa como rubrica semanal – segundas-feiras às 8:50, 12:20 e 17:45. Aqui pode aceder às versões audio e texto de todos os programas e subscrever o Podcast.

SITEMAP, PROGRAMA 07

“Quanto mais pessoas alcançar maior é a probabilidade de estar a alcançar as pessoas erradas”. Elas não vão ficar satisfeitas por serem importunadas, acrescentamos nós, mas o seu orçamento vai-se na mesma. Portanto, mais vale evitar fazer marketing digital que as pessoas odeiem.

TRANSCRIÇÃO INTEGRAL:

Olá e bem-vindos a mais um SiteMap – o vosso guia para o marketing digital.

Hoje, distinguimos dois conceitos que importa compreender para poder implementar estratégias de marketing adequadas à era digital. Falamos de Inbound Marketing e de Outbound Marketing.

OUTBOUND MARKETING

O Outbound Marketing é o marketing como tradicionalmente foi entendido, destinado a impactar o maior número de pessoas possível. Pense-se nos anúncios em televisivos, em jornais generalistas ou em Outdoors… mas também em tácticas digitais como os alguns banners ou o SPAM.

Trata-se de marketing de sentido único, baseado na interrupção e em que o principal objectivo é atrair a atenção, mesmo que isso implique reduzir a mensagem a um slogan. Se pertence ao grupo dos muitos que mudam de canal quando começa a publicidade, bloqueiam os números de telemarketing e nem sequer abrem a maioria dos emails de desconhecidos que recebem, facilmente compreende que estas tácticas são cada vez menos eficazes.

As pessoas já não têm paciência. 

INBOUND MARKETING

No Inbound Marketing a perspectiva é diametralmente oposta. A ideia é conseguir ser encontrado pelos consumidores e conquistar o seu interesse em vez de os interromper e maçar constantemente.

Como consegui-lo? Através de:

  • marketing de pesquisa;
  • marketing de conteúdos;
  • e marketing em redes sociais.

Vamos a exemplos. Se um consumidor está no Google a procurar por “malas de senhora” e o site ou loja de uma empresa de marroquinaria surge no topo da lista de resultados – seja porque está bem optimizado para as pesquisas orgânicas ou porque tem a correr uma campanha de Google Adwords –, esse consumidor obtém uma resposta útil num contexto adequado e vai ficar satisfeito.

E se, noutro exemplo, for uma empresa à procura de uma agência de marketing digital capaz de colocar o seu site nos primeiros lugares dos resultados do Google, o mais provável é que confie mais nas agências que surgem elas próprias bem posicionadas. Depois, certamente que passará pelos sites de algumas agências, consultará alguns artigos dos seus blogues, um whitepaper ou um Podcast como o que disponibilizamos no site da agência TRIGGER dando sequência a esta rubrica na Mais Oeste Rádio. E também é provável que passe pelas redes sociais destas empresas, que devido ao seu potencial de passa palavra, criação de buzz e viralidade, são usadas para disseminar conteúdos de valor que geram reputação e estabelecem liderança. No final deste processo terá uma boa noção de qual a agência certa para o serviço que pretende.

Mas o que é que acontece à empresa de marroquinaria ou à agência se não forem encontradas? Perderam a oportunidade de fazer negócio. 

CHEGAR ÀS PESSOAS CERTAS

Concluindo, pode continuar a usar tácticas de Outbound Marketing em momentos precisos mas hoje o Inbound Marketing é imprescindível para responder ao novo quadro mental do consumidor, atrair público pré-qualificado e conseguir captar manifestações de interesse nos seus produtos ou serviços. Aliás, é por ter um retorno significativamente maior que ele tem crescido tanto nos últimos anos.

Como afirmou Seth Godin, um dos mais respeitados empreendedores e marketers americanos:

Quanto mais pessoas alcançar maior é a probabilidade de estar a alcançar as pessoas erradas.

Elas não vão ficar satisfeitas por serem importunadas, acrescentamos nós, mas o seu orçamento vai-se na mesma. Portanto, mais vale evitar fazer marketing digital que as pessoas odeiem.

Por hoje é tudo. Boa semana e bons negócios!

Boa semana e bons negócios!

Até lá, bons negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.