NOVO WEBSITE? FAÇA ISTO PARA EVITAR DESAPARECER DO GOOGLE| SITEMAP 37

O “SiteMap – um guia para o marketing digital” é uma rubrica semanal da agência TRIGGER na MAIS OESTE RÁDIO. Pode ouvi-la na rádio todas as segundas-feiras (8:50, 11.05, 12:20 e 17:45, 23.10). No nosso blogue pode ouvir e subscrever o Podcast ou ler a transcrição de cada programa. 


SITEMAP, PROGRAMA 37

Imagine o caso concreto de uma empresa que já tem website e decide renovar-lhe o design ou criar um novo. O que deve fazer para não perder o histórico do site antigo e evitar quebras abruptas no posicionamento nos resultados das pesquisas?

TRANSCRIÇÃO INTEGRAL:

Olá a todos, estamos de volta para mais um SiteMap, o vosso guia para o marketing digital.

Na semana passada listámos 7 características essenciais a considerar pelas empresas quando decidem criar um novo website e um dos pontos mencionados foi o SEO, ou seja, a necessidade de optimizar o site para os motores de pesquisa, um trabalho que, como referimos, sempre que possível deve ser realizado em paralelo com o desenvolvimento do site e não posteriormente.

Mas imagine o caso concreto de uma empresa que já tem website e decide renovar-lhe o design ou criar um novo. O que deve fazer para não perder o histórico do site antigo e evitar quebras abruptas no posicionamento nos resultados das pesquisas?

COMO EVITAR DESAPARECER DO GOOGLE DURANTE UM PROCESSO DE REDESIGN

Provavelmente, um dos motivos para este processo de renovação do site até pode ser o desejo de optimizar o novo site de raiz para poder subir no ranking dos resultados do Google, obter mais leads e gerar mais negócio. Mas o que a maioria das empresas desconhece em absoluto é a possibilidade de vir a suceder exatamente o oposto se não forem desenvolvidas as ações necessárias durante este processo de transição.

Obviamente, a probabilidade das coisas virem a correr mal aumenta quando quem desenvolve o site também não está consciente deste facto, ou opta por ignorá-lo para evitar o trabalho. Quando assim é, as consequências podem ser devastadoras e as empresas só o compreendem depois… demasiado tarde.

Mas então, o que é preciso fazer exactamente?

1. MAPEAR OS URL’S DO SITE

A primeira coisa a fazer é mapear os URL’s do site que se vai renovar porque durante o processo de redesign o mais provável é que eles mudem. Ora, é crucial que o Google e outros motores de pesquisa sejam informados disso para evitar desperdiçar o valor de SEO dos URL’s antigos.

2. MAPEAR OS INBOUND LINKS

Em segundo lugar, é necessário mapear os Inbound links, ou seja, os links que apontam para o site a partir de outros sites. Estes links são extremamente relevantes e se os URL’s de destino mudarem eles vão passar a apontar para páginas que já não existem, perdendo-se assim todo o valor de SEO que transportam.

3. IMPLEMENTAR UM PLANO DE REDIRECCIONAMENTOS

Depois de mapear os URL’s e os Inbound links é necessário implementar um plano de redireccionamento dos URL’s antigos para os novos para assegurar que tudo corre pelo melhor. Obviamente, se os URL’s do site antigo puderem ser replicados no novo site isso é definitivamente algo a considerar e evita todos os potenciais problemas, mas muitas vezes tal não é possível.

4. RECORRER À SEARCH CONSOLE

Se o processo de redesign ou renovação abrangente implicar também uma mudança de domínio, uma vez mais é importante informar os motores de pesquisa desse facto, o que pode ser feito utilizando através da Search Console do Google (ou e outros motores de pesquisa), onde também deve ser submetido o sitemap do novo site.

5. FAZER UMA AUDITORIA SEO

Aproveite a ocasião para desenvolver uma auditoria técnica que permita identificar eventuais problemas que possam ter prejudicado o posicionamento alcançado pelo site antigo. O objectivo é, obviamente, evitar que se repitam no novo site. Igualmente, deve realizada uma análise à optimização On-page do site antigo para manter tudo o que esteja a funcionar e aproveitar para aperfeiçoar o que possa não estar. O que não faz realmente sentido é ignorar todo o trabalho que possa ter sido feito anteriormente.

E assim terminamos mais um SiteMap. Se estiver a pensar criar um site novo para a sua empresa já sabe: pense não só na optimização que virá a fazer, mas também em não desperdiçar todo o valor que o Google atribui ao seu site atual. Por hoje é tudo, contamos consigo na próxima semana. Até lá, bons negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.